Experimentação

Criações realizadas no atelier de Artes UFPA. 
Agradecimento especial ao professor amante da arte, Alexandre Sequeira.
"Saia da zona de conforto"








Quando adentramos a universidade, estamos com velhos vícios e hábitos, que nos deixam em uma posição confortável para o desenvolvimento criativo de uma nova obra. Signos e símbolos que agregamos em nossas vivências, veem a tona no processo criativo, resinificando traços, experimentando novos suportes, ferramentas e recortes. O sair da zona de conforto é justamente o olhar novamente, experimentar, ferramentas, suportes e tentar ir a fundo nas referências, saber juntar e captar na hora certa "o mais importante saber quando parar de trabalhar na obra" . Recebemos também vários ensinamentos em diversas áreas, com diversos mestres que detêm um vasto conhecimento em respectivas áreas, seja no desenho, na pintura em técnicas de xilogravuras, conceitos, histórias, instalações, todo o leque de conhecimento e pesquisa que foi adquirido durante a formação, tanto universitária, quanto nossos acúmulos de saberes durante a vida. Isso nos traz uma formação especial acadêmica e pessoal. As vertentes se estendem 


Alexandre Sequeira 


O pastel óleo,  com esferográfica com diluente ajudam a compor manifestos gestos e pensamentos, movimentos.



Assemblagem de um recorte carimbado quase inacabado diluído, foma o espelho da representação da morte da natureza. 


Assemblagem de um recorte carimbado quase inacabado diluído, foma o espelho da representação da morte da natureza. 


Madeira colada, pastel seco, pastel a óleo, ainda se desprendendo do academismo, do clássico, pictórico.



Assemblagens, carvão, riscos e traços a obra em homenagem a (Zona de conforto)


Linhas, pontos a pressão sobre a folha A3, a gramatura também influi no processo, o desenho jamais pode ser abandonado, assim como o esboço, manifestos criativos sem que haja cópia ou releitura de obras é um bom exercício experimental.


Do mesmo seguimento uma tríplice.



Porque não enxugar lavar... a obra está sempre em processo de mudanças.


Técnica de carimbo, processo de transferência direta: Este é o processo mais recente de todos, onde é feita uma transferência Direta: impressão digital ou fotocópia a base de polímeros (toner) que é transferida para a matriz através de calor ou solventes. ( no caso da imagem foi solvente ) "uma técnica que apresenta muitas vantagens por ser simples, rápida, de baixo custo e de resultados surpreendentes, permitindo que qualquer pessoa a com noções básicas de gravura tradicional possa explorar a infinidade de recursos que a técnica pode oferecer."

Existem diversos métodos que constam na história desde 1822 Quando "Joseph Nicéphore Niépce tenta obter imagens gravadas quimicamente com a câmara escura. Nesta época, a litografia era muito popular na França, e como Niépce não tinha habilidade para o desenho, tentou obter por processo fotomecânico uma imagem permanente sobre a matriz litográfica." 

Seja o processo Serigráfico, fotográfico ou por transferência direta o artista passa por experimentações vezes bem sucedidas, outras frustradas. 

"Após uma tentativa frustrada de usar resina vegetal para fixar as imagens, Niépce observa a propriedade fotossensível do Betume da Judéia, um hidrocarboneto similar ao asfalto de petróleo que endurecia sob a ação do sol. A partir deste ano ele começa a reproduzir desenhos, colocando estes em contato com uma matriz recoberta com betume da Judéia diluído com óleo de lavanda e expondo ao sol durante algumas horas. A placa então é lavada com óleo de lavanda, retirando as áreas que não foram expostas ao sol, criando assim um negativo da imagem. No início, Niépce usou pedras litográficas como matriz, para posteriormente usar vidro, cobre e estanho. Esse processo foi batizado por Niépce como Heliogravura."

A experimentação é de suma importância também para que o artista saia da zona de conforto, veja como funciona o processo feito a partir de transferência direta.

Por Solvente • Uma fotocópia da imagem desejada é colocada em contato com uma matriz polida. • Uma folha de papel jornal é umedecida com solvente (thinner) e colocada sobre a placa com a fotocópia. Rapidamente, a placa é passada na prensa de calcogravura. Ao retirar o papel da cópia, nota-se que o toner foi parcialmente transferido para a matriz. • Pulveriza-se betume da Judéia bem fino sobre a matriz, retirando o excesso com um pincel de pelo macio. O betume que aderiu à imagem da placa é fixado através de calor, criando uma película protetora contra o ácido.




Sanguínea, carvão gestos e borracha, sobre o papel pregado a parede, 



A observação também é um ponto muito importante para o artista, existem várias técnicas que podem ser aplicadas para que a imagem observada, possa ser transmitida, a linha do horizonte e a perspectiva é uma técnica que surgiu no renascimento porém é utilizada até os dias atuais, o experimentar só observar também é válido, interagir sobre o manifesto, o risco o esboço. Utilização de modelos vivos como referencia para representação ou criação, assim como nos Qhs de artistas contemporâneos de  Alex Ross e diversos outros artistas da velha guarda, como Amadeo Modiguiani, Pablo Picasso entre outras memórias que desenharam, inventaram, pintaram, esculpiram a nossa história.

A representação em sanguínea do observar.(O registro desenho do desenho)

Movimentos gestos, experimentações usando outras vertentes, como a performance, A observação a partir do movimento, do gesto, da imagem formada na mente pelo olhar, o pequeno espaço de tempo que nos resta de visão, de percepção, manifestos em riscos de pastel seco sobre o papel.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato a todos!